Zazie e a mudança de planos

Categories Ilustração0 Comments

Este Verão, fui ver um dos concertos da minha vida: Birkin / Gainsbourg: Le Symphonique. Ora, sempre tive uma grande pancada pelos anos sessenta e pela língua francesa e não deixei escapar a oportunidade de ver ao vivo a musa de Serge Gainsbourg acompanhada pela orquestra Calouste Gulbenkian (e patos, sirenes e aviões, que o concerto foi ao ar livre, no anfiteatro da Fundação.) Passei os dias que se seguiram a reviver o concerto através do álbum no Spotify – com as mesmas deliciosas orquestrações de Nobuyuki Nakajima A versão ao vivo é obviamente melhor, patos incluídos, graças à maravilha que é a Orquestra Gulbenkian e à emoção de estar a dois passos daquela mulher extraordinária, mas ainda assim, ouvi-o em loop dias a fio.

Birkin / Gainsbourg: Le Symphonique

Uma das canções presentes no alinhamento, Exercice en forme de Z, tem um dos poemas mais peculiares da obra de Gainsbourg, e leva a aliteração ao extremo. Toda a canção é um diabólico trava-línguas, mas não deixa de ser uma pequena história completa, onde – quase – tudo faz sentido. E a ideia de a transformar numa curta de BD começou a ganhar forma na minha cabeça.

Open in Spotify

Eventualmente contei os versos, e descobri que são 31. Precisamente o número de dias do mês de Outubro. O mês do Inktober, um movimento a que se juntam cada vez mais ilustradores todos os anos, e que consiste em fazer um desenho a tinta por dia durante o mês. Pareceu-me o casamento perfeito, e preparei-me para desenhar a aventura da Zazie no Zoo quadradinho por quadradinho.

Até que chegou o dia de ontem, o primeiro dia do Inktober e… a Zazie não estava pronta para sair. O Inktober tem um ritmo alucinante e eu achei que este projecto precisava de mais amor do que aquele que lhe podia dar a esta velocidade. É uma maratona, e não um sprint, mas já que a partida estava dada, resolvi não o voltar a engavetar e apresentá-lo aqui. Prometo ir dando novidades.

Entretanto, para o Inktober, segui com o plano B. Pequenos desenhos com um tema simples e pouco restritivo: Riscas. Os anos sessenta vão marcar presença, o mundo animal também. O desafio será encontrar riscas menos previsíveis, mas tenho 31 dias para isso.

Inktober2017 No.1 Inktober2017 No.3

– Patrícia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *